Categorias

CIDAC – Uma gestão padrão PSDB

Foi com muita satisfação que li o DO de Campos hoje. Nele, está publicada a nomeação dos companheiros Leonardo Mocaiber, Rafael Nascimento, Felipe Zacarias e Rhanieri Siqueira. São exatamente esses quatro companheiros, acrescido de Marcos Ribeiro, que juntamente comigo e Ranulfo Vidigal, deram início ao sonho de construção do CIDAC como ele é atualmente: um órgão extremamente técnico, enxuto, com cerca de 90% de concursados em sua composição e que busca resultados práticos para a administração pública.

Mas não foi fácil!

Quando assumi o CIDAC em janeiro de 2009, como Diretor de Tecnologia, a convite de Ranulfo, o cenário era completamente diferente do que temos hoje. O CIDAC cuidava única e exclusivamente do projeto Navegar é Preciso, já então bastante sucateado e sem funcionar na ampla maioria dos locais, servindo tão somente de cabide de empregos para apadrinhados políticos do governo anterior. Eram cerca de 240 funcionários, nenhum Analista de Sistemas nem programador. Ninguém de área técnica em atuação. O servidor de dados do CIDAC era um computador comum, da marca positivo, com 256MB de memória e HD de 40GB, que ficava embaixo de uma mesa, conforme atestou o hoje Reitor do IFF, Jefferson Manhães, quando em visita ao órgão.

NOSSA EQUIPE

Tive total liberdade de montar minha equipe de trabalho e, de pronto, trouxe Marcos Ribeiro, que estava sendo desligado da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Rhanieri Siqueira, que estava sendo desligado do CCZ, ambos por fazer parte do governo Mocaiber. Marcos Ribeiro, ou Marcão, é Analista de Sistemas formado e, eu usando de minha amizade com o então gestor da pasta, Eraldo Bacelar, solicitei que o encaminhasse para meu órgão, ao invés de desligá-lo. Já com Rhanieri, Médico Veterinário por formação, mas que trabalhava no CCZ com algo que eu já vislumbrava como uma importante ferramenta de auxílio à gestão municipal, o geo-referenciamento, eu agi da mesma forma. Em ambos os casos me ative apenas às questões técnicas deles e não na política. Tive total apoio tanto de Ranulfo quanto da Prefeita Rosinha. Com os dois já dentro do CIDAC, começamos a montar a nossa base e, essa, se deu de maneira estritamente técnica, como reza as melhores práticas empresariais: através de currículos. Rafael Nascimento, a quem demos o codinome 02 (como Tropa de Elite), é Analista de Sistemas por formação com Pós-Graduação em Produção e Sistemas; Felipe Zacarias, nosso 03, é Analista de Sistemas formado pela PUC-Rio e com larga experiência em São Paulo, em empresas como IBM, Hospital das Clínicas e outras; Leonardo Mocaiber, nosso 04, também Analista de Sistemas por formação e com larga experiência internacional, tendo sido gestor de TI de uma subsidiária da Globo na Suíça por quase dois anos. Foi essa a equipe que montamos e que permaneceu mesmo após a minha saída, em março de 2016.

Após o concurso público ocorrido, e com o chamamento das vagas de técnicos de informática, Analistas de Sistemas e outros, montamos o grupo que hoje se encontra no CIDAC e vem trazendo tantas conquistas para o município, na área da Tecnologia da Informação. Quando saí, deixei cerca de 45 funcionários, 90% concursados (todos da área de TI), somente 5 DAS (todos da área de TI) e muito poucos contratados (só área administrativa).

INFRAESTRUTURA

Como dito acima, nada encontramos no CIDAC que se assemelhasse a uma mínima estrutura. Começamos, então, a buscar dentro dos órgãos da PMCG equipamentos que estivessem em desuso e achamos alguns servidores. Vale lembrar que nos deparamos com um parque tecnológico completamente defasado e, em muitos casos, caótico.

Arrumamos a casa, não foi fácil! Mas arrumamos. Entregamos, em que pese as dificuldades do final do governo Rosinha, uma área de tecnologia da informação organizada e atuante.

Campos é uma das poucas cidades de porte médio do Brasil que possui uma rede própria de fibra óptica. São mais de 50km de fibra interligando todos os órgãos gestores do município e as praças digitais (são 18), outra ação lançada por nós e somente anos mais tarde copiado pela cidade de São Paulo, por exemplo.

Hoje temos mais de 18 servidores físicos, cerca de 45 servidores virtualizados, Storages, Firewalls, No-breaks de alta capacidade etc. Tudo isso dentro de uma coisa impensável quando assumimos, um DataCenter municipal. São inúmeros sistemas desenvolvidos em software livre e diversos sites para a maior parte dos órgãos. Política de segurança de dados; PDTI; trabalhos de Geo-referenciamento apresentados em seminários internacionais; parceiras com universidades, Exército e Polícia Militar e tantas outras ações, que seria necessário um livro para descrevê-las todas. São milhões e milhões economizados pelos cofres públicos ao longo desses anos. Recomendo que acessem o site do CIDAC e o conheçam um pouco mais: www.cidac.campos.rj.gov.br.

POR FIM…

Mostramos que é possível fazer gestão pública de forma técnica, profissional e sem ingerência política. E fizemos! Recriamos um órgão que retomou, em parte, a sua origem, como concebido pelo professor Etevaldo Pessanha, seu idealizador. Mostramos o jeito PSDB de gerir a coisa pública!

É com imensa satisfação que vejo que o atual governo manteve toda a base criada por mim no CIDAC, mostrando que o rumo que demos ao órgão transcende governos, aliás, como deveria ser a prática qualquer que fosse o órgão, seja da administração direta ou indireta.

Parabéns ao Prefeito Rafael Diniz mas, principalmente, parabéns e meu eterno obrigado aos servidores do CIDAC, que vestiram, desde sempre, a “camisa” do órgão e se esforçam, mesmo diante das inúmeras dificuldades, para fazer, dia após dia, o melhor para o município de Campos. Termino com o nosso bordão, que tanto orgulho temos, pois sempre serei um “cidaqueano”: We are CIDAC!

Compartilhe
  • Add to favorites
  • del.icio.us
  • Digg
  • email
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • PDF
  • Print
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter

21 comments to CIDAC – Uma gestão padrão PSDB

  • Alexandre

    É com imenso prazer que faço parte dessa família, como funcionário de carreira, vejo o quanto lutamos e continuamos lutando para modernizar e melhorar a TI dentro da PMCG, mesmo com todos os problemas e percalços.
    Força, Foco e Fé.

  • Paulo Henrique

    “Uma gestão padrão PSDB”. Se considerarmos os estragos desmandos do governo de Aécio Neves em MG repudiamos com veemência essa afirmação.

  • Marcia

    Pois é Paulo Henrique.
    Padrão Rafael Diniz (que não conheço )o qual pensa como Chefe de Estado,
    para o qual os interesses do município não têm fronteiras partidárias .
    Pensar como gente grande e dinâmica é outra coisa !

    • Robson Colla

      Bom dia Márcia,

      Tenho certeza que Rafael coaduna desse pensamento e terá essa postura frente ao governo municipal. A nova geração vem se mostrando, em todas as áreas, mais desprendida de certos conceitos arcaicos que imperavam até então.

      Torço para que a gestão de Rafael seja dinâmica como ele e que traga bons frutos para nossa cidade.

      Fraternal abraço!

      Robson Colla

  • Julio Machado

    Confesso não ter entendido o “padrão PSDB”. Na situação atual da nossa política, relacionar uma gestão vitoriosa a um partido político queima o filme, e o PSDB, assim como os demais grande partidos, não é bom exemplo de praticamente nada. Ao meu ver, o grande mérito do PSDB hj é ter o Gilmar Mendes infiltrado no STF, livrando a cara do Aécio, Serra e FHC. Mas só você sabe o que quis dizer qnd comparou sua administração à do PSDB. De qqr forma, quero parabenizá-lo pelo brilhante trabalho que todos dizem que vc e sua equipe fizeram.

    • Robson Colla

      Bom dia, Júlio.

      O PSDB fez sim grandes gestões Brasil afora. A do Aécio e do Anastasia, em Minas; as do PSDB em São Paulo, desde o governador Mário Covas; Paraná, com Beto Richa; Pedro Taques em Mato Grosso; Marconi Perillo em Goiás; O excelente governo de Tasso Jereissati no Ceará etc. Além das diversas prefeituras por todo o país. Isso sem falar no governo FHC, que recolocou o país nos trilhos e deu condições do país crescer. Evidentemente que, como todo partido grande, o PSDB tem seus erros, mas entendo que tivemos mais acertos do que erros em longo desses anos. Quanto a questão do STF, tenho certeza de que uma “andorinha só não faz verão”. O outros ministros são todos indicados pelo PT e, tenho certeza absoluta, que tendo algo consistente contra qualquer um dos citados, serão investigados. A diferença do PSDB para o PT, especificamente, é que, além de não possuirmos bandidos de estimação, ou seja, se forem culpados que respondam por isso, temos excelentes quadros (para mim, os melhores do país, mas sou suspeito para falar.) para assumir o papel de protagonistas qualquer que seja a situação.

      De minha parte, quero agradecer os parabéns dados por você e estendê-los à minha equipe do CIDAC que, certamente, foi quem tornou possível tornar o sonho em realidade.

      Fraternal abraço!

      Robson Colla

  • Jurema

    Gestão do PSDB

    Investigação aponta fraude de R$ 20 milhões em escolas técnicas de Minas

    Uma investigação da Controladoria-Geral de Minas Gerais apontou dano aos cofres públicos de aproximadamente R$ 20 milhões na implantação das escolas técnicas Uaitecs durante a gestão do tucano Antonio Anastasia (2011-2014), atual senador.

    • Robson Colla

      Boa tarde,

      Como falei antes, o PSDB não tem bandido de estimação. Aqueles que forem culpados, que sejam condenados. Tudo dentro do devido processo legal!

      Fraternal abraço.

      Robson Colla

  • Jurema

    Roubalheira do PSDB não pode ser abafada

    É uma exigência democrática – e não só jurídica – que os US$100 milhões de propina não sejam abafados pelo condomínio policial-jurídico-midiático

    Nestor Cerveró, um dos ex-diretores corruptos da Petrobrás, em depoimento prestado ao MP em outubro de 2015, revelou que o governo FHC recebeu 100 milhões de dólares de propina por negócios feitos na Argentina em 2002.

    • Robson Colla

      Boa tarde,

      Como falei antes, o PSDB não tem bandido de estimação. Aqueles que forem culpados, que sejam condenados. Tudo dentro do devido processo legal!

      Fraternal abraço.

      Robson Colla

  • Gilmar Lemos

    Fiz parte do governo anterior, saindo em fev/2015 e, ratifico suas palavras e, de público agradeço o companheiro e dedicado profissional que conheci em sua pessoa.
    Gilmar Barbosa Lemos – ex Secretário de Justiça.

    • Robson Colla

      Boa tarde Gilmar,

      Agradeço suas palavras e quero dizer, também, que foi um privilégio ter trabalhado com você no governo. Certamente, nós dois prestamos relevantes serviços, de forma dedica, ao município.

      Grande abraço.

      Robson Colla

  • Evandeson Silva

    Tb em 8 anos de governo e se não tivesse realmente deixado algo de concreto como assim você escreveu, era pra ter saido algemado de onde estivesse, agora é só esperar por uma auditoria para que não se comprove nenhum desvios das empresas que prestaram serviços aos órgãos que tenham ligações com o senhor e muito menos com os que la permaneceram…
    Cuidado que uma VERIFICAÇÃO PENTE FINO JÁ ESTÁ SENDO AVERIGUADA.
    Não há o que se temer né…
    Aguardaremos!

    • Robson Colla

      Evandeson, boa tarde!

      Sim, verdade! Se em 7 anos eu não tivesse feito nada, realmente seria um grande atestado de incompetência! Ainda bem que fizemos muito! E com muito pouco, basta ver o orçamento do CIDAC a cada ano. Como é um órgão de inteligência, por sorte não precisamos de muito dinheiro e, sim, de capital intelectual, e isso tivemos bastante!

      Quanto a comprovação de qualquer irregularidade, ao menos no meu período de gestão, todos os processos (e são muito poucos) foram aprovados por unanimidade no TCE, inclusive com o aval do MP.

      Realmente não o que há o que temer.

      Vamos aguardar!

      Fraternal abraço!

      Robson Colla

  • Jurema

    Por que escândalos de corrupção envolvendo tucanos não avançam na Justiça?

    ‘Trensalão’ e Furnas: Processos e escândalos envolvendo tucanos ou ocorridos durante gestões do PSDB estão emperrados na Justiça. O que explica este ‘fenômeno’?

    • Robson Colla

      Boa noite, Jurema.

      Acho que você deve saber melhor do que todos. Afinal, 10 dos 11 ministros do STF foram indicados pelo PT. Porque não pergunta diretamente a eles? Eu não saberei te responder. Mas os ministros petistas pode ser que sim. Encaminhe sua questão ao STF e eu terei o maior interesse em acompanhar e divulgar.
      Fraternal abraço.

  • Luiz Carlos

    Fico muito feliz por ter feito parte desta história e ao mesmo tempo ter aprendido muito com a equipe que você formou, porque se sou o profissional na parte de TI que sou hoje trabalhando em uma multinacional, em grande parte devo a equipe que você formou . E só para constar “Missão dada é missão cumprida”

    • Robson Colla

      Grande Luis,

      Sim, você, como todos que passaram por lá, foram peças importantes para a construção que fizemos. Aprenderam e ensinaram. Grande abraço e sucesso!

      Robson Colla

  • Decio Barcelos

    Quero, parabenizar o PSDB, em SP, MG, a FH, por conseguir escapar da lava-jato, com comprovacoes absurdas, e. nada acontece, realmente sao muito, sabios se cnf. as materias a qual envolve o PSDB,, nas manchetes de revistas e jornais do Pais,.

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

  

  

  

Copyright © 2010 - Folha da Manhã - Todos os direitos reservados