Arquivos

Categorias

Rosinha prefeita? De onde?


Algo de muito bizarro ocorre na planície durante esta campanha eleitoral, como mostrou o blog da Luciana Portinho, aqui. Se a prefeita Rosinha Garotinho já era figura ausente sem “compromissos externos”, preferindo os microfones de estúdios de gravação musical e inaugurações de obras inacabadas ao despache executivo para qual foi eleita, com a disputa pelo governo do Estado em andamento ela é figura ainda mais rara na cidade. É mais fácil encontrarmos uma ninhada de pandas na beira do rio Paraíba. E o mais absurdo disso tudo, é que o Ministério Público sequer se manifesta. Se o vice-prefeito, Dr. Chicão estivesse no comando da Prefeitura, tudo bem. Aí sim Rosinha poderia desfilar por todo Estado pedindo votos para o seu marido. Mas ela não se ausentou, mesmo estando ausente.

Mas e daí? Nada deve mudar drasticamente. Afinal, Rosinha nunca foi tão presente mesmo…

  • Add to favorites
  • del.icio.us
  • Digg
  • email
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • PDF
  • Print
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter

A “maldita” Santa Casa “sem” misericórdia de Campos


O que vem acontecendo com a Santa Casa de Misericórdia de Campos é uma covardia. E o pior é que os absurdos não são de hoje. O hospital vem negando aos seus médicos, funcionários e, principalmente, pacientes, materiais e condições básicas de atendimento. Para deixar a situação ainda mais esdrúxula, o provedor Benedito Marques demitiu o staff do hospital após os profissionais reivindicarem melhorias no CTI (Centro de Terapia Intensiva). O administrador ainda segue evitando responsabilidades trabalhistas, ao contratar firmas que prestam serviço, invés de funcionários, terceirizando o “problema”. Portanto, quando bem entende, rescinde o contrato com os médicos que questionam as supostas irregularidades em sua administração. Segundo o Sindicato dos Médicos de Campos (SIMEC), a prática é “absurda e irregular”.

Ao que parece, a Prefeitura, através da secretaria de Saúde, vem cumprindo com suas obrigações, e estaria de “mãos atadas”. O repasse vem sendo feito normalmente, mas a Santa Casa continua com dívidas com fornecedores de materiais e equipamentos hospitalares. Tem empresa que não recebe há mais de dois anos. Para esquentar ainda mais o clima, o vereador governista Abdu Neme (PR) fez denúncias graves da tribuna da Câmara, como mostrou o blog do Bastos, aqui. “O paciente quer ser atendido pelo médico do SUS e não consegue, mas se pagar a consulta o médico atende. Essa relação tem que mudar. Quem quiser pagar que vá ao consultório do médico. Mas se o hospital é filantrópico, o CNPJ é filantrópico, ele tem que priorizar as consultas pelo SUS. Pode até ter consulta social, mas tem que ser da seguinte forma. Se atender 10 pelo social, tem que atender 20 pelo SUS”, disse Abdu, que também avisou: “Nós não vamos permitir que funcionários da secretaria de Saúde fiquem passando a mão na cabeça dessa gente. Eu estou aqui avisando, mas depois eu vou dar nome aos bois. Não pode acontecer isso: facilidade para atender social e dificuldade para atender SUS. Eu nunca atendi social nem particular na Santa Casa. Ali é um lugar para pessoas humildes que estão sofrendo e precisam de um atendimento. Se alguém for cobrado para operar, para ter neném, denuncie. É só ligar para a Câmara e denunciar”, completou.

A Prefeitura, o Conselho e o Sindicato deveriam abandonar a passividade, mostrando um pouquinho mais de “misericórdia”, de mãos atadas ou não. Essa bola de neve chamada Santa Casa, enquanto pilotada pelo senhor “Maledeto”, deve continuar nesta sua jornada da desgraça, atropelando a população humilde e carente de Campos, que tanto precisa dela.

Misericórdia, meus senhores, misericórdia!

  • Add to favorites
  • del.icio.us
  • Digg
  • email
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • PDF
  • Print
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter

Pedido de socorro, de novo!

“Bom dia, Gustavo!
Estou aqui de volta solicitando socorro em relação à “Bendita Obra Interminável”
Gostaria em primeiro lugar esclarecer que em consequência da minha última postagem em seu Blog esta obra teve um grande progresso, mas meu filho a operação tartaruga recomeçou desde semana passada.
Ressalto, mais uma vez antes de tudo, que esta é uma postagem puramente de problemas que estamos passando e de nenhum cunho político, o que muitos quando são atingidos se defendem desta maneira.

Os moradores do trecho da rua Dr. Lacerda Sobrinho (Vinte e Oito de Março a Cardoso de Melo) estão enfrentando esta obra desde início de julho. O trecho é muito pequeno para levar mais de dois meses e não termos o fim da obra. Talvez eu seja meio alienado porque não é meu ramo de trabalho as “Obras”, mas nós não somos cegos!@!
Será que o supervisor da firma TERWAL está acompanhando esta obra de “carretel”?
Não dá para entender o processo de “Abre e Fecha” sem fim. Fazem o serviço, colocam todos os tubos, canos, manilhas etc. fecham batem a terra. Dias depois abrimos a janela e estamos “Ilhados” de areia em nosso portão impedindo a nossa saída de carro.
Gente se estou analisando errado, por favor, me expliquem! Se o processo de trabalho é este, Me informem! Porque qualquer pessoa no seu juízo perfeito entende-se que isto é inadmissível.
Ressalto que nas adjacências destas ruas temos a Faculdade Estácio de Sá, o Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Convento) onde o contingente de pessoas e carros que circulam nos horários de missa e de aulas é de um número extensamente grande.

Nós, moradores, aguardamos uma posição das autoridades competentes.
Agradeço a atenção e solicito que minha identidade não seja divulgada.”

  • Add to favorites
  • del.icio.us
  • Digg
  • email
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • PDF
  • Print
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter

Dilma dançarina: os passinhos da presidente em campanha

Dilma Rousseff arrisca break com jovens da Cufa Foto: Ichiro Guerra / Fotos públicas


A presidente Dilma Rousseff (PT) não tem se intimidado pela falta de malemolência. Passinhos de funk e de break já entraram para a lista de ritmos ensaiados pela candidata à reeleição.

Nesta segunda-feira (15), Dilma arriscou passinho de break com jovens de Madureira. Já no sábado (13), ao som de “Vai Dilma, vai Dilma”, movimentou as pernas para frente e para trás com um grupo de adolescente, em Belo Horizonte.

Qual será a próxima dança da presidente?

Coluna Extra, Extra – Berenice Seara

  • Add to favorites
  • del.icio.us
  • Digg
  • email
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • PDF
  • Print
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter

Paulo Hirano: E o Ideb, ó!

E o Ideb, ó:


Enquanto o Estado do Rio salta da 15ª para 4ª posição no Ideb, Campos sai da última para a antepenúltima. Mesmo assim, de acordo com o blog do Bastos, aqui, o líder do governo na Câmara, Paulo Hirano (PR), disse que “não é com varinha mágica que as situações mudam”. O vereador ainda fez questão de transferir responsabilidade. “É bom ressaltar que os resultados também dependem dos alunos, dos professores e das famílias. Estamos caminhando para alcançar nossos objetivos”. Esse Hirano é um brincalhão mesmo! Após 6 anos do governo mais rico da história do município, ele ainda quer dizer que estão “caminhando”. E o professor, que não é valorizado e ainda é chamado de idiota pela secretária de Educação, ainda tem que ouvir que a culpa é dele.

A verdade é que a culpa nunca é do governo…

O blog do Zé Paes, aqui, também falou sobre o assunto.

  • Add to favorites
  • del.icio.us
  • Digg
  • email
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • PDF
  • Print
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter

Ignorando Maquiável…


Todo mundo sabe que o candidato ao governo do Estado, Anthony Garotinho (PR), vive sob alguns mandamentos de “O Príncipe”, de Nicolau Maquiavel. Mas me parece que o ex-governador se esqueceu do seguinte ensinamento: “A primeira impressão que se tem de um governante e da sua inteligência é dada pelos homens que o cercam”. Bem, se depender de quem o cerca, Garotinho tá lascado.

  • Add to favorites
  • del.icio.us
  • Digg
  • email
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • PDF
  • Print
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter

É, Garotinho, Edafo, Edafo…


O candidato ao governo do Estado do Rio, Anthony Garotinho é o verdadeiro saco de pancadas desta disputa eleitoral. Como se não bastasse sua enorme rejeição, detectada nas pesquisas, ele é a vítima favorita dos adversários quando o assunto é criticar. Mas o seus problemas não se encerram por aí. Garotinho vem sofrendo uma verdadeira “blitz” da justiça eleitoral, inclusive da própria Polícia Federal, que investiga o recente escândalo envolvendo a empreiteira Edafo, como desbravou aqui o blog Ponto de Vista, estendendo o tema ao jornal O Globo.

O ex-governador, acostumado a manter boas relações com algumas vertentes do judiciário, se vê perdido neste tiroteio. O certo é que Garotinho perdeu o apoio de quem costumava fazer vista grossa, e as polêmicas começam a partir de dentro para fora, com denúncias advindas dos próprios “aliados”. É, Garotinho, Edafo, Edafo…

  • Add to favorites
  • del.icio.us
  • Digg
  • email
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • PDF
  • Print
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter

Filhos do desespero: Baseado em Ideb real

Filhos do desespero

Daqui, até mesmo a vida já se despediu
Esperança, já foi. O sorrir já se extinguiu.
Lágrimas, cansadas, já cessaram seu rolar
Braços e mentes frágeis dificultam o sonhar

Alimentando-se em fome, dor e periódicas promessas
A ilusão impera como única solução de quem tem pressa
Subnutridos em saber, cultura e oportunidades
A esperança, já sobre outra terra, só deixou saudades

Dormir sob o afago do vento e consolo do chão
É o luxo de quem tem na noite sua acompanhada solidão
Pois é somente com os vossos olhos cerrados
Que o mundo se decalca justo e ainda inacabado

GM – 9/09/2014

Musa: Ideb de Campos

  • Add to favorites
  • del.icio.us
  • Digg
  • email
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • PDF
  • Print
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter

Rosinha coordena campanha de Dilma no Norte Fluminense

Os aliados da presidente Dilma no Rio estão para começar reunião no comitê central da campanha, na rua da Assembléia, para revitalizar a campanha presidencial. O objetivo do encontro é reverter o jogo e recolocar a petista na liderança das intenções de voto. Divididos nas eleições para o governo estadual, dirigentes de vários partidos vão sentar à mesma mesa para organizar uma reação contra a fulminante arrancada de Marina Silva no estado.

O encontro é coordenado pelo vice-prefeito carioca, Adilson Pires, e conta com a presença da ex-governadora Rosinha Garotinho (PR), do prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB); do prefeito de Duque de Caxias, Alexandre Cardoso (ex-PSB e sem partido); do prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PT); e, do presidente do PT fluminense, Washington Quaquá. Eles avaliam que precisam unir esforços das campanhas dos quatro candidatos ao governo do Rio, aliados do PT no plano nacional.

– O Rio recebeu muitos benefícios do governo federal. E precisa da União para desenvolver o Pré-sal, para receber recursos para obras de infraestrutura e reconstrução de áreas afetadas por desastres naturais — afirma o prefeito Rodrigo Neves (PT).

– Nós temos que ir para as ruas. Apresentar as propostas da presidente Dilma para os próximos quatro anos. Temos que esclarecer que a Marina é a candidata da mudança. Ela muda de opinião a toda hora — resume o prefeito Alexandre Cardoso.

Eles pretendem criar centrais de logística para facilitar aos militantes, de 92 municípios, o acesso ao material de propaganda. Eles vão dividir a mobilização por regiões: Rosinha assumirá a campanha no Norte Fluminense. Rodrigo Neves no leste fluminense, Alexandre Cardoso na Baixada e Eduardo Paes na cidade do Rio. Constam dos planos a realização de um grande comício, provavelmente em São Gonçalo.

Ilimar Franco

  • Add to favorites
  • del.icio.us
  • Digg
  • email
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • PDF
  • Print
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter

Declarando voto


Hoje quem vos fala não é Gustavo Matheus blogueiro, radialista e dirigente partidário, mas, sim, o Gustavo Matheus cidadão. Tenho, já em mente, os candidatos que votarei na próxima eleição, contudo, me manifesto, aqui, publicamente, somente por um. O nome dele é Nelson Nahim, 5567.

Poderia listar diversos motivos para justificar este meu voto, ainda assim algumas pessoas atribuiriam esta minha escolha ao fato de Nahim ser meu tio. Mas quem me conhece sabe que não tem nada a ver. Até porque ele não é o único parente que tenho na política, e mesmo sempre ao lado de Nahim, nunca apoiei o seu irmão, o Garotinho.

A verdade é que votarei em Nahim porque acredito. Simples! Quando recebi o convite para assumir a presidência do PV em Campos, coloquei apenas a condição de ter liberdade para apoiar, não o meu tio, mas o meu candidato. Apoiar alguém que represente de verdade alguns dos princípios que acredito. Homens públicos como Nelson Nahim, com a capacidade de nos fazer acreditar novamente, estão em extinção na política atual. É com a esperança que políticos como ele trazem que iremos restaurar a moral e a fé na política, hoje tão desacreditada. Precisamos tornar a política bacana novamente.

Por isso, o voto do cidadão campista Gustavo Matheus para deputado federal é 5567, Nelson Nahim.

  • Add to favorites
  • del.icio.us
  • Digg
  • email
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • PDF
  • Print
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter
Copyright © 2010 - Folha da Manhã - Todos os direitos reservados