Meio G

Quem paga Internet 3G da Vivo em Campos está sofrendo com a lentidão e várias áreas de sombra.

Compartilhe
  • Add to favorites
  • del.icio.us
  • Digg
  • email
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • PDF
  • Print
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter

Boa iniciativa

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Campos tomou uma boa medida. Vi um dos carros que serve ao órgão circulando com um adesivo com o telefone para que os contribuintes possam informar como o motorista está dirigindo e outro adesivo com os limites de velocidade estampados, tanto para pista seca quanto para molhada. O veículo, por sinal, estava um brinco.

Compartilhe
  • Add to favorites
  • del.icio.us
  • Digg
  • email
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • PDF
  • Print
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter

Não

A atriz Juliana Paes postou ontem, no seu Instagram, uma foto de Garotinho dando entrevista à Globo, escrevendo abaixo um rotundo “NÃO” ao candidato ao governo do estado, que foi curtido, até este momento, por 7.755 pessoas, com 465 comentários, alcançando grande repercussão.

A grande maioria dos comentaristas apóia o NÃO dado por Juliana Paes, mas há alguns
que defendem o ex-governador. O Instagram da atriz pode ser acessado aqui.
Confira abaixo e clique na imagem para ampliar:

Compartilhe
  • Add to favorites
  • del.icio.us
  • Digg
  • email
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • PDF
  • Print
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter

Polo UK aporta em Campos

Foi assinado o contrato para a primeira loja da Polo UK em Campos. Ela ficará localizada no segundo piso do Shopping Avenida 28, na grande loja de 110 m² onde funcionou a Colcci, na entrada do futuro novo cinema Kinoplex. Quem traz a marca para a cidade, em sistema de franquia, é o empresário Alexandre Martins, dono da Criare móveis planejados.

A Polo UK nasceu em Kensington, na Inglaterra, em 1932, sendo famosa no mundo pela sua tradição e pioneirismo no polo, esporte praticado primeiramente na Ásia, China e Ásia Central, séculos antes de Cristo, e hoje mais largamente difundido, sendo tradicional em países como Inglaterra e Argentina.

Apesar de pouco difundido no Brasil, onde é considerado um esporte de elite, o país conquistou três vezes o Campeonato Mundial de Polo, sendo vice uma vez, produzindo ótimos jogadores. Nossos arquirivais argentinos também são tricampeões mundiais.

Inspirada neste esporte, a moda da marca saiu dos campos de polo, emprestando a sua esportividade para coleções masculinas, femininas e  infantil. A Polo UK no Brasil está sediada em Indaiatuba, cidade que possui a maior concentração de campos privados no mundo. A marca patrocina times de polo, vários jogadores e muitas personalidades que a escolheram para o seu dia a dia.

Compartilhe
  • Add to favorites
  • del.icio.us
  • Digg
  • email
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • PDF
  • Print
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter

Equilíbrio na sucessão após 25 anos

Matéria da Folha da Manhã de domingo passado faz um apanhado das últimas seis eleições para presidente da República em que mostra um dado interessante: sem exceção, todos os processos tiveram um candidato disparado na dianteira do início ao fim dos respectivos períodos eleitorais.

São 25 anos, compreendendo a fase inteira de redemocratização, quando o brasileiro teve restaurado o direito de votar para presidente. A partir de 1989, Fernando Collor, Fernando Henrique, Lula da Silva e Dilma Rousseff confirmaram nas urnas o favoritismo apontado pelas pesquisas desde que se lançaram na disputa.

O processo eleitoral deste ano, ao contrário, interrompe o quadro visto por duas décadas e meia e confere equilíbrio na disputa entre as candidatas Dilma (PT) e Marina Silva (PSB), que através das pesquisas de intenção de votos projetam certeza de 2º turno e incerteza quanto a seu resultado.

Com o texto “Equilíbrio na Sucessão”, publicado na capa do Folha Domingo, o jornalista e empresário Guilherme Belido, colaborador da Folha da Manhã, vai confirmando sua condição de um dos importantes analistas políticos de Campos.

Os números que circunstanciam os referidos pleitos são os seguintes:

1989
1º TURNO

Fernando Collor de Mello  22.611.011
Luiz Inácio Lula da Silva   11.622.673

2º TURNO
Fernando Collor de Mello  35.089.998
Luiz Inácio Lula da Silva    31.076.364
* Curiosidade sobre este pleito foi a votação de Leonel Brizola, que alcançou 11.168.228 votos e
por cerca de meio por cento não foi para o 2º turno.

1994
1º TURNO
Fernando Henrique Cardoso    34.350.217
Luiz Inácio Lula da Silva          17.112.255
* Vitória no 1º turno

1998
1º TURNO
Fernando Henrique Cardoso    35.936.540
Luiz Inácio Lula da Silva          21.475.218
* Vitória no 1º turno

2002
1º TURNO

Luiz Inácio Lula da Silva       39.455.233
José Serra                           19.705.445

2º TURNO
Luiz Inácio Lula da Silva       52.793.364
José Serra                           33.370.739

2006
1º TURNO

Luiz Inácio Lula da Silva       46.662.365
Geraldo Alckmin                  39.968.369

2º TURNO
Luiz Inácio Lula da Silva       58.295.042
Geraldo Alckmin                  37.543.178

2010
1º TURNO

Dilma Rousseff                 47.651.434
José Serra                       33.132.283

2º TURNO
Dilma Rousseff                 55.752.529
José Serra                       43.711.388

Compartilhe
  • Add to favorites
  • del.icio.us
  • Digg
  • email
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • PDF
  • Print
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter

Disparou?

Em seu Ex-Blog, o ex-prefeito César Maia, candidato ao Senado na chapa de Pezão, faz uma análise interessante sobre as eleições para o governo do estado, na qual cita que Pezão teria ultrapassado e aberto boa vantagem sobre Garotinho. Será? A conferir nas próximas pesquisas. Veja abaixo:

E COMO VAI A ELEIÇÃO PARA GOVERNADOR NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO?

1. Analistas de diversos institutos de pesquisa comentam que Pezão teria aberto sua vantagem sobre Garotinho. Estaria na casa dos 30% e Garotinho apontando para os 20%. Crivella estaria no mesmo patamar dos 15% e Lindberg em 10%. Sendo assim, consolida-se o favoritismo de Pezão no primeiro turno.

2. Para o segundo turno, Pezão abriria mais ainda, entre 15 e 20 pontos.  Mas o segundo turno rearruma as forças e as expectativas e gera naqueles que podem acompanhar Pezão no segundo turno, um novo alento. Claro, com exceção de Garotinho, que até 15 dias atrás contava que ele é que abriria vantagem no primeiro turno.

3. Que a campanha de Garotinho focalize Pezão é natural. Afinal, Pezão cresceu com redução dos indecisos e com redução da intenção de voto em Garotinho.

4. Mas o que não se entende é que Lindberg e Crivella ataquem Pezão. Se eles alimentam expectativa de irem ao segundo turno, isso só poderá ocorrer com queda ainda mais pronunciada de Garotinho. Portanto, a campanha deles –e em especial a TV e o Rádio- deveria apontar para algum crescimento deles e uma queda continuada de Garotinho. Ou seja: trocar de alvo.

5. Até porque se isso ocorresse, na medida em que a polarização nos corações e mentes atualmente se dá entre Pezão e Garotinho, outra alternativa no segundo turno poderia criar outro ambiente no imaginário popular. O programa de Lindberg errou ao apontar para Pezão. Agora procura se ajustar, tentando a recolagem com Dilma. Tarde, pois os sinais dela já estão dados.

6. Curiosamente quem lidera as pesquisas presidenciais no Rio –Marina Silva- não tem candidato a governador. Num eventual segundo turno presidencial, ela caminharia sem candidato a governador.  E Dilma faria a colagem ou as colagens que quisesse. Uma questão que exigiria habilidade para acomodar. Mais cômodo para Dilma seria um segundo turno entre Pezão e Garotinho, pois sua escolha por Pezão estaria facilitada pelo apoio do PT a Pezão.

7. Na hipótese de Aécio passar ao segundo turno, excluindo os partidos que estão coligados nacionalmente, de certa forma se produzirá a mesma situação de Marina.

8. Finalmente, em função da colagem dos deputados com os candidatos a governador, a atual situação se for mantida ou acentuada, produzirá alguma perda de votos nos partidos que apoiam Garotinho. E uma ainda maior concentração em quem puxa a legenda para evitar perda sensível.  E um crescimento nos votos dos deputados que fazem parte da ampla coligação de Pezão.

Compartilhe
  • Add to favorites
  • del.icio.us
  • Digg
  • email
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • PDF
  • Print
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter

A Lua é aqui

Uma moradora da região próxima ao Convento perdeu a paciência com a interminável obra da Prefeitura na sua rua, que diariamente gera um barulho infernal, poeira, sujeira e crateras, causando inúmeros transtornos, e resolveu protestar, via Facebook, e pedir ajuda.

Ela conta que o seu pai faleceu há 20 dias. Antes dele adoecer esta obra já estava em andamento. Ele faleceu e não viu a obra pronta. Transtornos parecidos devem viver os moradores dos arredores de outras intermináveis obras da Prefeitura, como a Cidade da Criança, Artur Bernardes e RJ-216, só para ficar entre as de maior vulto.

Espera-se que todas elas não sejam inauguradas somente no início de 2016, ano eleitoral, onde o grupo político de Garotinho tentará emplacar o seu sucessor. Com o atraso de pagamentos de diversos fornecedores, enquanto dinheiro não faltou até aqui na campanha do ex-governador, muita obras estão sendo tocados em banho-maria, ao melhor estilo Vampeta no Flamengo.

Confira abaixo o relato e veja as imagens:

Christiano,

Eu gostaria de saber o que você, enquanto imprensa, pode fazer por nós, moradores aqui da região do Convento, onde essa maldita prefeitura está fazendo uma obra sem fim. Ninguém suporta mais a poeira e sujeira. Resolvi entrar em contato com você, porque subindo as escadas da minha casa agora, vi que eles estão abrindo um buraco no cruzamento da Machado de Assis, minha rua, com a rua das Palmeiras.

Seria normal se isso não fosse feito toda semana!!!!!! Eles abrem crateras e fecham crateras toda semana ali naquele cruzamento. Já passou de todos os limites esse abre e fecha de buracos. Sem dizer no péssimo material que eles pretendem usar nas calçadas, que eu, pessoalmente, não autorizei que eles retirassem a minha.

Se vc pudesse enviar uma equipe de reportagem aqui pra sair na tv, no jornal, na rádio, seria ótimo.

Por favor nos ajude!

Compartilhe
  • Add to favorites
  • del.icio.us
  • Digg
  • email
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • PDF
  • Print
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter

Em expansão

O Resenha Sports Bar, que funciona no Boulevard Shopping, está se expandindo. Ele alugou a loja ao lado, onde funcionava um mini cinema 6D, ganhando 30 m² de área interna, e adicionando mais do que o dobro de área externa.

Eles prometem ter  a maior chopeira de Campos, de 8 m², embutida em um balcão de mármore. O almoço será ampliado para todos os dias da semana. A previsão de reinauguração do espaço é para 17/11.

Quem empreende o Resenha Sports Bar é Alexandre Azeredo, sócio proprietário da Elemídia, tendo como sócio José Almir Pessanha da Silva.

Compartilhe
  • Add to favorites
  • del.icio.us
  • Digg
  • email
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • PDF
  • Print
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter

O caminho da liderança

Foto: Marcos Ribolli / GloboEsporte.Com

A Globo fechou nesta semana as cotas de patrocínio das transmissões de futebol em 2015. Das seis cotas, cinco foram renovadas por anunciantes que já estão no pacote futebol deste ano: Ambev, Itaú, Johnson&Johnson, Vivo e Volkswagen. A novidade para o ano que vem ficou por conta da saída da Coca-Cola e a entrada da Magazine Luisa.

Cada cota de 2015 teve o valor de R$ 225 milhões, 21% a mais do que em 2014. O total arrecadado pela Globo só com a publicidade no futebol é de R$ 1,350 bilhão. É maior que todo o faturamento da Record previsto para este ano, excetuando-se as milionárias verbas pagas pela Igreja Universal na locação de horários para transmissão religiosa na rede e nas afiliadas.

Fontes: Meio & Mensagem e Notícias da TV

Compartilhe
  • Add to favorites
  • del.icio.us
  • Digg
  • email
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • PDF
  • Print
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter

Deu traço

O debate dos candidatos à Presidência da República realizado pela CNBB e exibido pela Rede Vida deu traço (zero) de audiência para o canal católico. Confira aqui, na íntegra, como foi o debate.

Fontes: Radar on-line e Eu Penso Que

Compartilhe
  • Add to favorites
  • del.icio.us
  • Digg
  • email
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • PDF
  • Print
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter
Copyright © 2010 - Folha da Manhã - Todos os direitos reservados