Novo restaurante na Pelinca

Breno Romano Almeida, que comanda com sucesso o Speciale Pizza e Pasta, ao lado de sua esposa Sana, vai ampliar os seus negócios no ramo de alimentação.

Ele vai abrir, ao lado do Speciale, na esquina da Avenida Pelinca com a rua Sete Capitães, um restaurante de frutos do mar. As obras já começaram e a previsão é de inauguração no 2º semestre.

Breno já ampliou a capacidade de produção da cozinha, que antenderá aos 2 restaurantes, com investimento em maquinário estalando de novo.

Atualização às 16h32 de 11/04/2013: Formatação.

Freddo aporta em Campos

A Freddo, consagrada marca argentina de sorvetes artesanais, virá para Campos. A marca nasceu em Buenos Aires e é líder na Argentina. Quem já visitou a capital portenha e teve o prazer de experimentar um sorvete de doce de leite sabe o porquê desta liderança. É inesquecível.

Estiveram visitando a cidade os diretores da marca Gabriella Fracchia (diretora de franquias) e Sebastian Baeza (diretor de operações). Eles aprovaram o ponto no Shopping Avenida 28, pela localização e por ser voltado para o seu público. Será montada ali uma operação da Freddo com os tradicionais sorvetes, mas também com cafeteria.

A previsão de inauguração da Freddo em Campos é para agosto. Quem traz a marca para a cidade é o Grupo 3J, comandado pelos incansáveis Juca Pinto e seu filho José Carlos Maciel (Juquinha). É impressionante como eles não param de crescer. Eles são proprietários na região das marcas Subway e MegaMatte.

No Subway tem 3 lojas em operação (Parque Dom Bosco, Boulevard Shopping e Itaperuna) e inaugurarão a 4ª (Pelinca). No MegaMatte tem uma loja em operação (Shopping Plaza Macaé) e estão inaugurando a 2ª (Central Plaza Shopping). Haja fôlego.

Além de Campos, que tem o ponto aprovado, eles negociam a instalação da Freddo em Macaé, no Shopping Plaza Macaé, e Niterói, no Plaza Shopping.

A Freddo nasceu em 1969, no Barrio Norte, tradicional bairro na cidade de Buenos Aires. Assim começava a história da sorveteria com o sabor de doce de leite mais famoso da Argentina. Em 1975, a marca abriu a sua segunda loja, Recoleta, bairro mais sofisticado da cidade.

Com o sucesso, várias filiais surgiram em bairros conhecidos da cidade e importantes shoppings. Hoje a Freddo tem mais de 100 lojas espalhadas pela América do Sul. No Brasil chegou há pouco, mas já tem unidades em Brasília, São Paulo, Campinas, Vitória e Porto Alegre. Agora, terá também em Campos.

Lotação máxima

Quem quiser voar de Campos para o Rio nesta semana, no vôo da manhã, que sai às 09h35, pode
esquecer. Todas as passagens já estão vendidas e os vôos estão lotados. Sinal de que há
demanda, basta ter um preço competitivo. Já se faz necessária a concorrência, para
mais opções de vôos e melhoria das condições de conforto das aeronaves.

Bombou

Na semana passada o fundo de investimentos Kinea Renda Imobilária, do Itaú Personnalité,
fez uma emissão de R$ 370 milhões, abrindo possibilidade de investimento primário
em todo o país para os seus correntistas.

Na agência de Campos do Personnalité, havia uma fila de interessados em aplicar no Kinea. Apenas
um felizardo conseguiu. Em menos de 10 minutos as cotas do fundo disponíveis para aplicação
em todo o país se esgotaram. Está prevista uma nova emissão para agosto.

Mudanças no final da Pelinca

A Avenida Pelinca é a mais nobre da cidade. Ela é valorizada em toda a sua extensão, mas alguns trechos tem mais valor do que outros. O mais valorizado hoje talvez seja o que fica entre as ruas Voluntários da Pátria e Barão da Lagoa Dourada, em especial da Voluntários até a rua Conselheiro José Fernandes. Já da Barão até o final da Pelinca a avenida se notabilizou por ser uma área voltada para a gastronomia.

Algumas das melhores opções de bares, restaurantes e casas noturnas da cidade ficam neste trecho. O finalzinho da Pelinca representava o auge disto. Porém, muitas mudanças vem ocorrendo por ali. O tradicional Kantão do Líbano mudou para o outro lado da rua. No seu lugar, está sendo feita uma casa de festas, como foi anunciado aqui.

O antigo Club encontra-se em reforma e abrirá com uma nova proposta. Ao seu lado, dois imóveis encontram-se desocupados, com placa de aluga-se, como pode ser visto na foto acima. Ali perto fica a galeria comercial Shopping 16, que foi vendida e irá abaixo para dar lugar a um empreendimento residencial de 180 unidades, anunciado aqui.

Funciona na galeria o restaurante Cabernet, um dos melhores e mais tradicionais da cidade. Tomara que ele seja realocado em outro local, para não se juntar ao La Coruña, que deixou saudades.

Hering em expansão

Luiz Alberto Menezes, o Neném, além de ter sido eleito vereador e ter começado o seu mandato de forma muito atuante, também é um empresário de sucesso no ramo de vestuário. Ele é proprietário da franquia da Hering em Campos, tendo pontos na Rua Conselheiro José Fernandes, próximo da Pelinca, e no Boulevard Shopping.

Agora, ele fechou contrato com o Central Plaza Shopping, construído onde durante anos funcionou o estacionamento da Santa Casa, no Centro, e abrirá ali uma loja da Hering. Neném, que tem a sua esposa Soraya Alexim Menezes como o seu braço direito, também tem uma negociação avançada com o Boulevard Shopping para abrir uma unidade da Hering Kids na expansão.

Ocupação

A ocupação do Comfort Hotel no mês de fevereiro foi de 63%, um bom número se levado em conta o período de carnaval, no qual a cidade, que vive do turismo de negócios, não tem nenhuma atração. A diária média foi de R$ 235.

Há cinco novos hotéis em diferentes fases de desenvolvimento em Campos: Sleep Inn, Quality, Tulip Inn, Golden Tulip e Bristol Easy Centro.

Bob´s abrirá novo ponto em Campos

O Bob´s fechou contrato e abrirá uma nova loja em Campos, no Central Plaza Shopping. Este empreendimento fica localizado no Centro, no terreno onde funcionou o estacionamento da Santa Casa, ao lado da Praça Quatro Jornadas.

O shopping, que está em fase final de construção, foi anunciado aqui e aqui, em fevereiro de 2012. O Central Plaza terá 31 lojas, todas com acesso externo, e um edifício garagem com 300 vagas em 3 andares (confira aqui a planta).

Daniel Thuin é o empresário que detem a franquia do Bob´s em Campos e região. Ele já tem unidades nos shoppings Boulevard Campos, Avenida 28 e no Centro de Compras, além de uma loja no Centro e diversos pontos de vendas de sorvetes.

Além do Bob´s, quem já fechou com o Central Plaza Shopping, no ramo de alimentação, foi a MegaMatte, conforme foi anunciado aqui em agosto de 2012.

Rei do Mate na Pelinca

O empresário Daniel Thuin, o rei dos fast-foods em Campos, bateu o martelo e irá abrir mais uma filial do Rei do Mate, agora na Avenida Pelinca.

Será a terceira unidade da rede na cidade. Ela já tem lojas nos shoppings Boulevard Campos e Avenida 28.

Daniel já tinha assinado contrato com um ponto na Pelinca para abrigar a Domino´s Pizza, (que aportará em Campos, como foi anunciado aqui no início do mês) e a matriz do Spoleto, que está se transferindo da rua Conselheiro José Fernandes para a Pelinca.

Agora ele fechou contrato com o ponto ao lado, para, com o espaço de duas lojas, abrigar as operações da Domino´s Pizza, Spoleto e Rei do Mate. As duas lojas foram edificadas em um terreno situado entre o Solar da Lechia e a Itapuã Calçados, no trecho mais nobre da Avenida Pelinca, entre as ruas Voluntários da Pátria e Conselheiro José Fernandes.

Cada loja tem aproximadamente 130 m², acrescidas de girau. Ambas pertencem à Peres de Siqueira Empreendimentos. As obras iniciarão em abril e a previsão, superados os trâmites legais, é de início das três operações em julho. Os projetos da Domino´s e do Spoleto serão do arquiteto Tomaz Teixeira, do escritório de Ricardo Paes Teixeira, o mais renomado da cidade.

Olho nas piscinas (2)

A falta de manutenção na piscina citada aqui evidencia também uma mudança de hábitos que vem ocorrendo ao longo dos anos na cidade. Os grandes casarões do século passado, para famílias extensas, com alto número de empregados e elevados custos de manutenção são pouco sustentáveis hoje em dia.

Estes casarões, salvo raras exceções, vão ficando cada vez mais desabitados, até que o seu custo de manutenção / benefício passe a ser inviável. As gerações seguintes, vivendo em imóveis próprios, unifamiliares, menores e mais funcionais, acabam cedendo a tentação do mercado imobiliário, que paga bem neste supervalorizado solo campista, e a casa vai ao chão, virando, normalmente, um prédio.

Estas gerações seguintes, de classe média, optam por morar em prédios, em sua maioria, ou em casas em condomínios fechados. É cada vez mais rara a opção de casais jovens de classe média por casas de rua, até pela questão da segurança, a cada dia pior na cidade.

Copyright © 2010 - Folha da Manhã - Todos os direitos reservados