Arquivos

Categorias

Cenário ruim

 

 

O prefeito eleito de Campos, Rafael Diniz (PPS), tem planos para a mobilidade urbana. Ele avalia que o cenário atual é ruim porque faltou investimento na área. “O que vem sendo feito é tão somente arranjos”, diz.

Segundo Rafael, pela falta de um planejamento no setor, a cidade deixou de receber recursos → : Leia mais

É uma receita vultosa

 

Sabe quantos motoristas trafegam pela BR 101 entre Campos-Niterói diariamente? Cerca de 72 mil. É uma receita vultosa em pedágio. A Autopista Fluminense, que explora a concessão, quer acabar com o rótulo de “Rodovia da Morte” para o trecho.

A Autopista desfruta de tempo. Ela vai cobrar pedágio no percurso por mais 17 → : Leia mais

Carla Machado define nome do secretário de Fazenda

A prefeita eleita de São João da Barra, Carla Machado (PP), já definiu o nome que atuará na Secretaria de Fazenda: é o do contador Alan Barcelos.

No governo anterior de Carla, Alan Barcelos atuou também na área de finanças. Ele é um dos integrantes da equipe de transição.

→ : Leia mais

Marcão quer cidadão atento às votações

 

 

A Câmara Municipal tem até o dia 31 de dezembro para mostrar trabalho. Com sessão encerrada ao estilo “vapt-vupt” por falta de “pauta” na última quarta-feira, pelo presidente Edson Batista (PTB), a expectativa fica toda para as sessões de terça e quarta-feira desta semana.

Vereador mais votado nas eleições em Campos, Marcão → : Leia mais

Promessa de campanha

 

Ex-presidente da Câmara Municipal, Marcos Bacellar (PDT) não disputou a eleição de 2012. Mas voltou a colocar o seu nome como candidato este ano. Foi eleito. Mas só agora pôde festejar depois que o TSE anulou o acordão contrário ao registro de sua candidatura.

O TSE retomou o processo para a Justiça Eleitoral → : Leia mais

A licença de Rosinha

A prefeita Rosinha Garotinho (PR) tirou uma licença de três dias para tratar de assuntos particulares. A vigência se expirou na sexta-feira. Amanhã, portanto, porque o final de semana não é levado em conta, Rosinha retomará a rotina do cargo, despachando no seu gabinete.

Só que diante da decisão do TSE de revogar a → : Leia mais

Moeda de troca?

 

A deputada Clarissa novamente foi exposta aos interesses de Anthony Garotinho. A divulgação, pelo O Globo, de áudios de interceptações telefônicas da Polícia Federal na “Operação Chequinho”, coloca o voto de Clarissa na Câmara como uma espécie de moeda de troca.

Garotinho, ao recorrer ao deputado João Carlos Bacelar (PR-BA), para agendar audiência → : Leia mais

Cara de pau

 

 

Da série “Mania de Campista”: ficar de olho grande no negócio do vizinho. Se a coisa caminha bem, copia a ideia na maior cara de pau.

Fiança de R$ 88 mil

 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou nesta quinta-feira a libertação do ex-governador do Rio Anthony Garotinho. Por seis votos a um, a corte entendeu que não existe justificativa para mantê-lo sequer em prisão domiciliar. Foi fixada, no entanto, uma série de proibições ao réu. Ele não poderá se ausentar da residência, no Rio, → : Leia mais

Garotinho agiu contra a Polícia Federal antes da prisão

 

Áudios de interceptações telefônicas realizadas pela Polícia Federal durante a Operação Chequinho, que culminou com a prisão de Anthony Garotinho, mostram o ex-governador falando com o deputado João Carlos Bacelar (PR-BA) para combinar uma conversa “não só institucional” com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes.

No dia 23 de outubro, um domingo, → : Leia mais

Copyright © 2010 - Folha da Manhã - Todos os direitos reservados