Folha Digital Folha Digital
    Publicidade

Publicidade

Institucional

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade
    PublicidadePublicidade
Folha Dois

Cidade da Criança só em fevereiro

Apontada como a “Disney Campista”, após pouco mais de um ano de inauguração, a Cidade da Criança Zilda Arns já apresenta problemas estruturais. Por isso, a reabertura do parque, que aconteceria nessa terça-feira (10), foi adiada. O espaço infantil deverá retornar às atividades no dia 7 de fevereiro. A mudança de data aconteceu devido a equipamentos danificados encontrados pelo superintendente de Entretenimento e Lazer, Hélio Nahim, em sua primeira semana de trabalho.

Segundo Nahim, a alteração do dia oficial para a reabertura é uma questão de “respeito e zelo com os visitantes”:

— Fizemos uma vistoria minuciosa e constatamos que não podemos abrir um espaço público já que não há garantia total de segurança e funcionamento pleno de brinquedos e equipamentos — afirmou.

O superintendente informou que a Geodésica maior (onde funciona o Espaço da Ciência), que foi apresentada ao público em 23 de dezembro do ano passado, está com 50% dos brinquedos sem funcionar. Além disso, dos 10 aparelhos de ar condicionado existentes, oito apresentam defeitos.
Mais problemas foram encontrados em todas as bombas da fonte, que não funcionam há cerca de quatro meses e já foram encaminhadas para conserto. “Outros brinquedos também necessitam de manutenção, que já haviam, inclusive, sido solicitadas pelos funcionários do parque e ignoradas pela gestão anterior”, declarou Hélio Nahim.

Em nota, a assessoria da Prefeitura informou que “a Companhia de Desenvolvimento do Município de Campos (Codemca) explicou que está sendo realizado levantamento a fim de calcular o custo dos reparos a serem feitos na Cidade da Criança. Um dos pontos a serem consertados é a parte elétrica da Geodésica, além de alguns brinquedos do local, que, por conter goteiras nesta estrutura, foram danificados. Alguns prédios da Cidade da Criança também possuem a estrutura interna danificada”.

A partir de fevereiro, o parque funcionará de terça-feira a domingo, das 14h às 21h. Crianças de até 12 anos, acompanhadas dos pais ou responsáveis, e idosos a partir de 60 anos não pagam para entrar. Estudantes a partir de 13 anos, mediante apresentação de documento de identificação, pagam meia-entrada, no valor de R$ 2,50. Já os adultos pagam R$ 5. Todos deverão retirar o ingresso na bilheteria.

Abertura do parque e do Espaço da Ciência – A Cidade da Criança Zilda Arns foi inaugurada em dezembro de 2015. A construção, orçada em quase R$ 17 milhões, foi entregue ao público após aproximadamente quatro anos de obras. O local é espaço de diversos espetáculos e atividades destinadas às crianças, como pinturas e exibição de filmes.

No dia 22 de dezembro, foi comemorado o primeiro ano do parque, que registrou, até aquele momento, mais de 210 mil visitantes. A data marcou, também, a inauguração do Espaço da Ciência, com 46 equipamentos científicos para que meninos e meninas apliquem conhecimentos de química e física aprendidos na escola.

Na ocasião, a coordenadora de ciências da secretaria municipal de Educação, Cultura e Esporte (Smece), Carla Sales, comentou que o espaço seria importante para que os jovens trouxessem o aprendizado para o cotidiano.

11/01/2017 11:00
Ainda não há comentários para Cidade da Criança só em fevereiro

Deixe seu comentário

Quantidade máxima de 350 caracteres