Folha Digital Folha Digital
    Publicidade

Publicidade

Institucional

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade
    PublicidadePublicidade
Geral

Semáforos ainda sem funcionamento

Daniela Abreu
Foto: Michelle Richa

A herança do governo anterior ainda bate à porta de Rafael Diniz. Se no primeiro dia de governo, enquanto o atual prefeito fazia um raio-x da Saúde Pública, um semáforo ficou preso aos fios, no cruzamento da avenida Alberto Torres com a rua Barão de Miracema, até esta quarta (11) outros semáforos, sem funcionamento, continuam pondo em risco a vida de motoristas, motociclistas e pedestres em pontos distintos da cidade.

No cruzamento da avenida Arthur Bernardes com a rua Visconde do Itaboraí (antiga rua do Leão) todos os semáforos estão apagados. Ainda na Arthur Bernardes, mas no cruzamento com rua dos Goitacazes, a base de sustentação dos semáforos que sinalizavam para quem seguia em direção ao Parque São Benedito e pela Arthur Bernardes com sentido a Beira-Valão, caiu em dezembro do ano passado. A base foi reposta, mas o sinal ainda não. O que sinaliza para quem segue pela Arthur Bernardes com sentido à Uenf está no lugar, mas não funciona.

Na mesma via, no cruzamento com a Tenente Coronel Cardoso, o drama segue com todos os semáforos apagados. No Centro da cidade, no cruzamento da Conselheiro Otaviano com Lacerda Sobrinho, um dos sinais sinaliza em amarelo enquanto o outro permanece apagado.

Questionada, a prefeitura de Campos informou que “segundo o presidente do Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT), Renato Siqueira, as equipes já identificaram outros semáforos em pontos de menor demanda, onde a sinalização com placas é suficiente e vão retirar esses semáforos e colocar nos dois sinais da Lacerda Sobrinho com Conselheiro Otaviano e também na Arthur Bernardes com a rua do Gás. O reforço com sinalização vertical (placas) e horizontal (pinturas no asfalto) nos locais de menor demanda é suficiente, segundo o IMTT”.

11/01/2017 10:55
Ainda não há comentários para Semáforos ainda sem funcionamento

Deixe seu comentário

Quantidade máxima de 350 caracteres