Folha Digital Folha Digital
    Publicidade

Publicidade

Institucional

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade
    PublicidadePublicidade
Geral

União contra o Aedes aegypti

A diretora de Vigilância em Saúde de Campos, Andréya Moreira, apresentou na última terça-feira o Plano de Vigilância e Controle das Arboviroses, que determinará responsabilidades para as secretarias e superintendências municipais em relação às ações de vigilância epidemiológica, controle vetorial e atendimento assistencial, em períodos não epidêmicos e epidêmicos de dengue, chikungunya e zika. Presente ao encontro, o prefeito Rafael Diniz ressaltou a necessidade de integração de todas os setores na prevenção às doenças ligadas ao mosquito Aedes aegypti.

— A melhor forma de combater é a prevenção e esta é uma responsabilidade de todos nós, daí a necessidade da integração entre as todas secretarias e de todas as superintendências no combate ao Aedes Aegypti — declarou o prefeito.

Andréya Moreira esclareceu ainda que a dengue é um dos problemas, mas o que preocupa na atualidade são os casos de chikungunya, por causa de um número maior de pessoas susceptíveis. “Não estamos enfrentando nenhuma epidemia ou endemia, mas estamos aqui justamente para evitar que isto aconteça. Nós vamos montar dois comitês: um comitê gestor de combate ao Aedes aegypti, que contará com a participação de várias secretarias e superintendências, e o comitê municipal de enfrentamento às arboviroses. Esse comitê de enfrentamento realizará ações preventivas e assistenciais voltadas para o atendimento médico, blitz educativas, campanha de conscientização da população, dia D, mobilização social, capacitação de profissionais, entre outras atividades”, contou a diretora.

O encontro contou com as participações do diretor do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Jorge Amado, e do diretor do Centro de Referência de Doenças imuno-infecciosas (CRDI), Luiz José de Souza. Também estiveram presentes o comandante do 8º BPM, Fabiano Santos, o comandante da Guarda Civil Municipal, Wylliam Bolckau, além do secretário de Governo, Fabio Bastos.

(A.N.)

11/01/2017 21:14
Ainda não há comentários para União contra o Aedes aegypti

Deixe seu comentário

Quantidade máxima de 350 caracteres