Folha Digital Folha Digital
    Publicidade

Publicidade

Institucional

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade
    PublicidadePublicidade
Política

Trabalho para enfrentar crise

Dora Paula Paes e Arnaldo Neto
Fotos: Folha da Manhã e divulgação

A eleição de 2016 teve como resultado final um grande processo de renovação nas prefeituras do Norte Fluminense. Campos com Rafael Diniz (PPS); São João da Barra com Carla Machado (PP); Quissamã com Fátima Pacheco (PTN), Carapebus com Christiane Cordeiro (PP); Cardoso Moreira, com Gilson Siqueira (PP); São Francisco de Itabapoana com Francima Barbosa (PSB) e São Fidélis com Amarildo do Hospital (PR). O grupo reclama de sucateamento da máquina administrativa e falta de recursos em tempo de crise, mas não deixa de lado o pensamento otimista e a vontade de trabalhar.

Macaé, com Dr. Aluízio (PMDB) e Conceição de Macabu, com Cláudio Linhares (PMDB) foram os únicos municípios do Norte Fluminense a registrar a reeleição dos seus prefeitos. Eles também falam em dificuldades, mas estão conscientes que precisam seguir com o ritmo de trabalho para fazer jus à confiança dos eleitores. Até o fechamento desta matéria, na noite de sexta-feira (6), a Folha não recebeu resposta sobre a primeira semana de trabalho da prefeita Francimara e do prefeito Amarildo.

“É lamentável encontrarmos a cidade como ela está se pensarmos nos últimos anos de abundância de recursos. Só no ano de 2014 foram R$2,5 bilhões só no orçamento sem falar nos quase R$ 20 bilhões nesses últimos oito anos. A realidade é péssima, mas não vamos desanimar, temos muito trabalho e vamos trabalhar”. 
Rafael Diniz (PPS) – Prefeito de Campos


“A austeridade não pode ser um discurso vazio. Esse é um momento bem diferente. Investir em infraestrutura é um mantra para o governo. Ter uma cidade que investe em saneamento, com passagem a R$ 1, são incentivos para as empresas. Macaé é a principal cidade do petróleo no país e ainda é protagonista”.
Dr. Aluízio (PMDB) - Prefeito de Macaé


“Já sabíamos que não seria fácil, porém, estamos trabalhando incansavelmente para que tenhamos condições de devolver aos nossos munícipes a São João da Barra que chamávamos de paraíso. Com a ajuda de Deus e muita determinação. Conseguiremos vencer todos os obstáculos”.
Carla Machado (PP) - Prefeita de SJB


“Venho de uma reeleição com algumas preocupações a menos, como as contas em dia, apesar desse momento turbulento de crise, mas com muita disposição para manter o nosso ritmo de trabalho em prol da população. Uma coisa de cada vez e nosso próximo passo será a nomeação do secretariado”.
Cláudio Linhares (PMDB)- Prefeito de C. de Macabu


“Recebemos a prefeitura sem telefone e sem internet, e com aviso de corte de luz, tudo por falta de pagamento. Soubemos que alguns processos desapareceram. Nós visitamos o hospital (Hospital Municipal Carlito Gonçalves) e a situação lá é de dar vergonha, mas não podemos desistir é hora de ação”.
Christiane Cordeiro (PP) - Prefeita de Carapebus


“Desde antes da posse, vínhamos alertando a população sobre as dificuldades. Essa realidade nos estimulou a trabalharmos. A primeira semana foi marcada por desafios e saldo positivo. Já consertamos ambulâncias e veículos, garantimos segurança nas praias, e debatemos o Porto de Barra do Furado”.
Fátima Pacheco (PTN) - Quissamã


Leia também: Royalties com nova perspectiva

08/01/2017 11:00
1 comentário para Trabalho para enfrentar crise
luiz henrique sanches
09/01/2017 - 01h14

infelizmente, o fato do petróleo atingir valores próximos de 60 US$/barril, não vai ajudar muito as finanças do município de campos. A razão é que por questão de custo, a Petrobras está acelerando a produção nos campos do pré sal, aqueles que não geram royalties para os municípios produtores e sucateando a maior parte dos poços do pós sal, que geram

Deixe seu comentário

Quantidade máxima de 350 caracteres