Folha Digital Folha Digital
    Publicidade

Publicidade

Institucional

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade
    PublicidadePublicidade
Folha na Foz

Dia de sol e serviço de telefonia ruim em SJB

Mariana Manhães
Foto: Michelle Richa

O primeiro sábado do ano com sol intenso incentivou as pessoas a irem ao mar em Grussaí. Banhistas e ambulantes lotaram a areia procurando por diversão e clientes, respectivamente. Os termômetros nas ruas marcavam 32°C, já os da BR 356, 34°. A estrada para o município não estava muito movimentada, apesar da grande quantidade de pessoas nas praias de São João da Barra. “Muita gente não viajou esse ano, por isso a praia ficou cheia. Está bombando”, disse Rosy Viana, 50 anos, pedagoga. “Tem muita gente bonita aqui”, completa Renilce Lopes, 60 anos, aposentada e pensionista. As duas são de Campos e estão achando o verão animado, apesar da falta de programação.

Em Grussaí, a beira mar estava lotada de banhistas e o clima descontraído se deve à sensação de segurança da população, que relata poucos problemas com assaltos. “O pessoal comenta que tem assalto lá pelas 19h na orla, roubam celulares, mas nunca vi”, afirmou Luiz Eduardo Gomes, 60 anos, campista morador de Minas Gerais. Luiz, que é representante comercial, reconhece que há falta de programação no município, mas afirma que o movimento nas praias está bom. Além da reclamação quanto à falta de programação, Luiz ressalta que há muitos veículos passando na areia em área proibida, onde as tartarugas do Projeto Tamar desovam. “A prefeitura tem que por gente para fiscalizar isso”, afirma.

Os ambulantes também não estão felizes com a escassez de programação, pois para eles, a praia está vazia. “Tem muito ambulante, então fica pouca gente para nós. O Pólo Gastronômico tira o valor dos ambulantes com as cadeiras na beira da praia”, contam Aldicéia Souza da Silva, 47, e Alcir Jesus Sousa, 44. A prática é comum em várias outras praias do Brasil e está chegando agora em Grussaí, gerando conflito entre o comércio, ambulantes e consumidores. Segundo Marcelo Gomes, 48, outro ambulante, eles acabam sendo forçados a ficar muito perto da água, pois não há espaço mais para cima se não pagar para sentar nas cadeiras que ocupam o espaço da areia.

A expectativa geral é de que eventos sejam marcados. Carlos Augusto Machado, 49 anos, designer e surfista, quer que “mais eventos esportivos sejam criados”. “Espero que a prefeita faça um bom governo e que melhore cada vez mais nosso espaço de lazer”.

Serviço de telefonia irregular

As empresas de telefonia Vivo e Oi continuam com problemas, apesar de a assessoria ter alegado que o serviço foi restabelecido. Todos os entrevistados reclamaram que o sinal está ruim. Após o incêndio no container da empresa ter assustado os moradores da área central da cidade, os transtornos com a instabilidade nos serviços de telefonia e internet móvel seguiram até este sábado, completando uma semana de problemas. A assessoria da Vivo reiterou que “os serviços em São João da Barra foram restabelecidos”, porém durante todo o dia os usuários da telefonia tiveram dificuldades.

07/01/2017 18:13
Ainda não há comentários para Dia de sol e serviço de telefonia ruim em SJB

Deixe seu comentário

Quantidade máxima de 350 caracteres